Janela de Sorrisos

Como eu aprendi a gostar de ler?

como aprendi a gostar de ler?

Esse é um assunto que eu tenho curiosidade de saber das outras pessoas, então eu resolvi escrever esse texto para contar a história de como eu aprendi a gostar de ler e ainda mais, a amar esse hábito. Eu aprendi a ler com sete anos e até hoje lembro qual o exemplar foi o meu pontapé inicial no mundo da leitura: A Branca de Neve. Hoje em dia, eu nem gosto mais tanto assim da história, mas de certa forma é marcante para mim. Eu tive sim, incentivo dos meus pais para aprender a ler, além da minha professora da primeira série ter sido um amor de pessoa. Mas realmente o amor pelos livros surgiu única e exclusivamente por iniciativa minha.

Como eu sou filha única, eu costumava brincar bastante sozinha e às vezes não tinha tanta graça assim ficar inventando brincadeiras. Eu tenho primas mais velhas, então eu me interessava pelos livros que elas pegavam emprestado na biblioteca do colégio, nesse meio tempo eu li um livro de contos de terror e outro de crônicas, que tenho até hoje e como eu não tinha tanto acesso assim a compra de livros naquela época, eu li e reli aquelas histórias por diversas vezes. Mas eu aos poucos, fui me tornando uma leitora completamente compulsiva. Eu lia de tudo: revistas de adolescentes, jornais, livros didáticos (de onde surgiu meu interesse por astronomia), e enfim, ninguém entendia como eu podia passar tanto tempo trancada com os livros e achar isso legal.

Como aprendi a gostar de ler?

Entrar pro mundo dos livros me fez perceber uma outra paixão: a escrita. Com sete anos de idade eu escrevi um poema na escola pra um festival de recital de poesias, mas escrevi sem pretensão nenhuma. E o que ocorreu? Fui selecionada para participar e declamar o poema, na frente de pais, alunos e professores que fossem assistir ao festival. Isso aconteceu por mais cinco anos até a oitava série e era muito legal, pois só me incentivava a ler e escrever sempre mais, além do que eu perdi boa parte da minha timidez dessa forma e também criei um caderno de poemas. Após terminar o ensino fundamental, eu criei o blog (obrigada, mundo dos livros!), entrei no ensino médio e comecei a frequentar a biblioteca municipal da cidade, que era longe da minha casa, porque a biblioteca da minha escola estava sempre passando por reformas.

Claro que hoje em dia, eu leio bem menos do que eu gostaria. A gente cresce, tem responsabilidades maiores e tempo menor. Mas aos poucos estou conseguindo retomar esse hábito e inserir isso novamente no meu dia a dia, respeitando meus limites. Esse foi um texto em forma de conversa, porque eu sinto falta de descobrir, entre os leitores, como eles realmente tomaram gosto pela leitura. Porque pra mim foi algo tão espontâneo, que eu me apaixonei de uma forma tão intensa ao ponto de ler livros didáticos quando eu não tinha nenhum outro tipo de livro pra passar o tempo.

Como aprendi a gostar de ler?

Então é isso, por favor me contem nos comentários caso vocês gostem de ler, como surgiu esse gosto e qual a intensidade dele. Vamos conversar 🙂

Acompanhe a mim e o blog nas redes sociais!

Ela gosta de ler
Às vezes o para sempre é apenas um instante
Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

6 comentários
  • Camila Faria

    Oi Thaís, eu também comecei a ler por iniciativa própria, bem novinha. Devia ter uns 7, 8 anos quando comecei a ler MUITO e frequentar a biblioteca da escola. Até hoje é um hábito diário, acho que não tem um dia que eu passe sem ler algo… Um beijo!

    Responder
    • Thais

      E é tão bom esse hábito, né Camila? Poder desligar de tudo e viajar sem sair do lugar, adentrar mundos e histórias desconhecidas. <3

      Um beijo, bonita!

      Responder
  • Dai Castro

    Ai que post amor <3 esse é um tema muito lindo de se falar, principalmente pra gente que ama ler.
    Os gibis da turma da Mônica foi o meu primeiro contato com a leitura! Também era apaixonada por um livrinho infantil da rapunzel (me identificava por ter um cabelão e usar trança na época hahaha)
    E seguimos aqui descobrindo histórias maravilhosas través do livros <3
    Beijos! ♥
    Colorindo Nuvens

    Responder
    • Thais

      Oi, Dai! Eu amo esse tema e sentia a necessidade de conversar sobre ele há um tempinho. Eu também adorava os Gibis da turma da Mônica, além daqueles almanaques do Sesinho. Adorava também o fato de o meu aniversário ser junto ao dia do livro infantil e aniversário do Monteiro Lobato, pois eu li bastante coisas dele quando criança.

      E seguimos sempre!
      Um beijo <3

      Responder
  • Babi

    Eu também comecei a gostar de ler cedo e os contos de fadas tambem foram um incentivador.
    Não tive contato com pessoas que gostavam de ler ,mas a minha mãe e tia contavam historinhas de "A bela e a fera","A branca de neve" ,"João e Maria" e eu gostava.
    Quando minha mãe um dia falou de me levar em uma biblioteca onde tinha um monte de livros eu fiquei pasma com a ideia de um local lotado de historias como aquelas.
    E eu acho que o meu fascinio ainda não passou.

    Meu amor por livros apenas cresceu com o tempo e como você isso também se estendeu para o amor a escrita.

    Eu ainda não sei se sou uma boa escritora ,mas eu pretendo descobrir.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    Responder
    • Thais

      Oi Babi, tudo bem?

      A primeira vez que entrei numa biblioteca também foi um momento mágico pra mim. Eu não consegui imaginar um local com tantas possibilidades e histórias diferentes. Pegar um livro emprestado por semana de lá era uma alegria imensa quando eu era criança. Mas hoje em dia isso ainda me fascina, e acredito que será assim ao longo do tempo.

      É incrível como uma coisa está atrelada a outra. Os livros e nosso amor pela escrita.
      Bom saber da sua história com a leitura, Babi!
      Volte mais vezes.

      Um beijo!

      Responder