Janela de Sorrisos

O mais belo dos sentimentos.

Em mais uma noite de insônia lá está ela, com o pensamento voando alto até certo alguém. Alguém, que ela sabe o quanto a faz suspirar de amores todos os dias, em praticamente todas as horas do dia.
Mas uma grande dúvida sempre a invadia junto com seus suspiros. A dúvida de querer saber o que ele estaria pensando, se sua imagem estava em seus pensamentos. Era uma dúvida simples e cruel que a remoía por dentro, começava de repente, sempre que ela estava há alguns minutos com a imagem de seu amado em sua mente essa dúvida a atormentava.
Mas logo a insônia dava espaço a um sono parcialmente tranquilo, pois em todos os seus sonhos ele era o protagonista. Sonhava com ele praticamente todas as noites, talvez porque ELE já fizesse parte dela. E aí, para estar em seus sonhos era a coisa mais fácil de acontecer.
No outro dia pela manhã, ela o encontrou no mesmo local do dia anterior, ele estava lindo como sempre ela o achava. Ele sorriu. Um sorriso que não era um simples sorriso e sim daqueles sorrisos em que nos dão respostas na qual até aquele instante não tínhamos acesso.
Parece que o mundo havia parado e somente existia um garoto e uma garota, parados na calçada, numa atitude precipitada de adolescentes. E parece também, que ambos haviam perdido a capacidade de caminhar ou simplesmente falar. O silêncio tomou conta dos dois, mas era um silêncio explicativo. Palavras talvez estragassem aquele momento.
A garota tinha certeza que sua dúvida mais cruel havia sido respondida naquele instante, sem precisar falar uma sequer palavra. O sorriso e o brilho no olhar lhe deram a certeza na qual lhe faltava.
Mas.. e como terminar esse relato? Dizer que ambos atravessam a rua e abraçaram-se no meio da mesma seria tão clichê. Não que clichês não sejam bons, mas vamos inovar.
Tudo isto não havia passado de um mero sonho dele, sonho que mexeu com seu eu de uma forma tão intensa que ele queria transformar este tão belo sonho em realidade. Mas como, se mal sabia o nome de sua amada menina? Lembrou-se que havia percebido o local onde sua menina morava, colocou-se de pé e começou a vestir-se, saiu pela rua parando para comprar um urso de pelúcia, que qualquer garota adoraria ganhar.
Ela acordou lembrando-se de mais um sonho que acabará de ter com seu amado, acordou sorrindo, mas o sorriso transformou-se em uma triste expressão de dúvidas. Fez o ritual de todas as manhãs e logo estava pronta para mais um dia, ao abrir sua porta teve uma inesperada surpresa. Era ele, ele estava ali a sua frente! Muito mais lindo que em seus sonhos e muito mais atraente desde a última vez que o viu.
Mas desta vez, o silêncio não fez parte deste momento. Palavras doces e sinceras saíram lentamente de sua boca, respondendo-as todas as dúvidas de sua menina, sem saber que ela as teria.
É claro que a garota a princípio ficou sem reação. E aí sim, palavras não foram necessárias para expressar seu sentimento. O brilho no olhar e o abraço carinhoso em que ambos estavam envolvidos tratou de dar um desfecho – ou eu diria melhor, um ínicio- a este tão belo sentimento.

Você bagunçou algumas certezas
Eu conheci: Curitiba e Morretes
Quando eu percebi que te esqueci
7 comentários
  • THAYSA AGUIAR

    O seu blog está lindo ! PARABÉNS Õ/

    Seguindo o seu blog, segue o meu? 🙂

    DE INVERNO A VERÃO: http://www.deinvernoaverao.blogspot.com/

    Bjz, agradeço desde já a colaboração.

    Responder
  • Aline Lima

    ai que fofo *.*
    eu a dorei a inovação, ficou bem melhor!
    mas será que essa historia não é sua? não foi vc qm viveu esse momento.. eu espero que sim *.*
    um começo certamente!!!
    adorei seu blog linda, parabens!!
    Lima ;*

    Responder
  • Camila .

    Seu blog é lindo, e eu já havia comentado isso. Continuo com minha opinião. Ah, obrigado por seguir o meu! O texto está lindo, uma linda história e eu me indentifiquei muito. Parabéns pelo blog, pelo talento e por tudo, bj :*

    Responder
  • Camila de Campos

    QUE BLOG LINDO!
    SEUS TEXTOS SÃO MUITO BONS *-* to seguindo 😉

    Responder
  • Que lindo, amei o texto. É tão bom amor recíproco, mesmo que na maioria das vezes ele não o seja, é maravilhosa a sensação de saber que a pessoa amada tem o mesmo sentimento que o seu. Lindos os seus textos. se cuida :*

    Responder
  • Tayná Corrêa

    adorei o texto e o blog também.
    tô seguindo, beeijos ;*

    Responder
  • Vitor Parra

    nunca palavras sabem dizer o que estamos sentindo, apenas as atitudes mostram isso. odeio isso, num sei ter atitudes corretas. KKKK

    Responder