Janela de Sorrisos

Permita-se viver um amor leve

Créditos: Viktor Hanacek

Muitas vezes você se lamenta sobre algo que não deu certo. Um pouco aliviada talvez, caso o relacionamento não fosse saudável, mas mesmo assim com a tristeza e a descrença de que irá realmente ser feliz no amor algum dia. Não fique assim. O amor acontece em suas mais diversas formas. Tenha um momento para curtir a fossa, colocar seus sentimentos no lugar e pesar numa balança as coisas boas e ruins e como você amadureceu, mesmo que houve o término.

Não ache que você nunca mais irá encontrar o amor. Não tenha esse pensamento, pois você merece todo o amor do mundo. Muitas vezes estamos impacientes por isso, mas em sua maioria, ele acontece naturalmente e quando menos esperamos. Não estou dizendo para você ficar sentada esperando o príncipe encantado, mas sim para que, quando encontrar alguém que faça seu coração bater mais forte, entenda que aquele sentimento precisa ser leve e os passos precisam ser construídos com calma e a alma. Não deixe o amor escapar, mas não apresse nada, curta cada fase. (Re)descubra-se.

Descubra também que você pode amar novamente e que isso pode ser incrível. Ame calmamente e ame intensamente. Não sufoque e não se deixe sufocar. As relações precisam ser leves, sem pressão e sem cobranças abusivas. Liberte-se. Entenda que o amor precisa ser um laço e que te deixe bem. Permita-se sentir isso. Entenda a pessoa ao seu lado e saiba que vocês não precisam de muito para se redescobrirem a cada dia. Um passeio no parque, uma sessão de filmes, um jantar feito pelos dois. O amor também mora nos pequenos gestos.

Queira ter alguém ao seu lado alguém que torça pela a sua felicidade e se importa com você, que enfatiza através dos dias o quanto você é incrível. O quanto você é capaz. Saiba lidar com seus defeitos e os do seu par, como também saiba quando aquele defeito pode ser sufocante e abusivo. O amor é ao mesmo tempo uma tempestade de sentimentos. Queira estar ao lado de alguém que não prive sua liberdade e queira ver seu crescimento e felicidade.

Por fim, não deixe o amor passar. Não fique preocupada com o que os outros pensarão, se você está feliz é isso que importa. Queira ter ao seu lado alguém que some junto com você. Costumo dizer que não existem relacionamentos perfeitos, mas saiba perceber como você e seu amor podem ser felizes. Saiba também quando não podem e quando é melhor deixar partir. Deixar partir ou partilhar de uma vida leve e feliz ao lado de alguém, independente do que será feito, assegure-se de amar a si mesma e a prezar a sua felicidade. Quem te amar de verdade irá querer o mesmo. Permita-se, acima de tudo, amar novamente, mesmo que não venha a dar certo. Não deixe que ninguém tire sua fé no amor. E, caso você encontrou um alguém que faz seu coração bater mais forte, some com você e seja recíproco, vá com calma, mas não deixe essa oportunidade escapar. Tente, o esforço vale à pena, é extremamente reconfortante ter ao seu lado alguém que lhe entende, quer seu bem e contribui para sua felicidade.

E aí, gostaram do texto? Há alguns anos o nicho do blog era somente esse e eles estão na categoria texto, na sidebar do blog. Aos poucos pretendo voltar com os posts dessa temática e gostaria muito do feedback de vocês!

Um beijo, bonitas e bonitos. Até a próxima 🙂

Acompanhe a mim e o blog nas redes sociais
Eu conheci: Curitiba e Morretes
Quando eu percebi que te esqueci
Essa tempestade um dia vai passar

40 comentários
  • Juliana Araújo

    Post lindo <3. Tudo o que passava na minha cabeça nos últimos dias. Vivi um "amor" que não deu certo, uma sensação de insegurança, de angústia, mas que agora com o término me fez me libertar de tudo isso. Sensações boas? Também tiveram. Assim como as ruins também e muito aprendizado. Vivi minha fase de fossa, "curti" bastante ela, rs, agora estou me reascendendo! Gostei muito de suas palavras. Lembro que quando eu conheci esse último cara, eu estava muito bem comigo mesma sabe. E depois que fui convivendo com ele acabei me destruindo muito. Estou me reerguendo. Lidei com muitas situações de frustrações na minha vida e toda vez que um relacionamento acaba eu logo penso que sou um fracasso, que nunca vai dar certo, que já deveria estar acostumada. Gosto de aconselhar as pessoas que elas merecem um amor, que vale a pena esperar por ele, mas eu mesma desaponto comigo mesmo. Bem, com o período da fossa passando, posso ver as coisas de outro jeito. Um dia vou tá super feliz com meu boy, parceiro e amigo, futuro namorado, noivo e marido.
    Beijosss

    Juhlihipy

    Responder
    • Thais

      Oi, Ju! Eu te entendo muito bem. Não é legal quando o relacionamento nos destrói, né? Na minha visão precisamos estar ao lado de alguém que nos deixe ainda mais feliz! Eu imagino o quão difícil deve ter sido para você passar por isso, mas tenho certeza que você irá se reerguer com força total! Mas não pense que você é um fracasso, viu? Você é incrível e será muito feliz, seja solteira ou com seu futuro novo parceiro. Fico imensamente feliz que minhas palavras te reconfortaram. Se precisar de um ombro amigo para desabafar, pode me gritar, viu? <3
      Um beijo e muito obrigada pelo carinho!

      Responder
  • Isadora Mariano

    Que texto lindo, concordo muito. É sempre complicado quando terminamos um relacionamento, mas devemos manter em mente que aquilo não é o fim do mundo e que podemos amar de novo. É importante lembrar também que não devemos nos entregar para qualquer pessoa e saber identificar quando encontramos alguém que realmente vale a pena <3

    Responder
    • Thais

      Oi, Isa! Obrigada <3 Realmente, concordo com suas palavras. Por isso é importante ter em mente que quem realmente vale à pena, estará sempre querendo o seu bem, seu sucesso e somando junto com você!
      Obrigada pelo carinho. Um beijo! :3

      Responder
  • Aline Callai

    Ai que lindo esse post! Eu ainda não encontrei o amor, na verdade desisti de procurar e espero que ele me encontre haha. Realmente é como você disse, acontece quando a gente menos espera e temos que ver se é um relacionamento saudável acima de tudo.
    Parabéns pelo novo layout, ficou lindo!
    Beijos
    https://blog-mundodalua.blogspot.com.br/

    Responder
    • Thais

      Oi, Aline! Mas é assim que acontece, sabe? Pelo menos foi assim comigo. Não que é uma regra e parece que é balela, mas agora eu entendo bem porque as pessoas dizem que isso deve e acontece naturalmente. Fico feliz que gostou do texto e do layout, muito obrigada pelo feedback!
      Um beijo. :3

      Responder
  • Larissa Santos

    Thaís eu amei o texto, já passei por tudo isso que você escreveu, e só aprendi com o tempo mesmo, e depois de muitas desilusões finalmente encontrei a pessoa certa, e as vezes quando está começando a dar algo errado é sempre bom parar e pensar, sabe aquele negócio de relacionamento abusivo ? Eu sou a vilã na história ! haha
    Mas sempre tento melhorar, afinal, temos que reconhecer nossos erros para poder melhorar né.
    Sobre o feedback, acho muito legal esse tema no blog, acho legal falarmos de sentimentos e trocar essas experiências, temos muito o que aprender um com o outro. E o layout está muito bonito mesmo, adoro esse estilo mais clean.
    Bjoos

    http://larissasantosinteriores.blogspot.com.br/

    Responder
    • Thais

      Oi, Larissa! Seja bem-vinda, viu? Exatamente, muitas vezes a gente se decepciona bastante até achar alguém que realmente some conosco. Por isso é importante não perder a fé no amor. Mas nossa, jura? Hahahha. Mas se você os reconhece e tenta melhorar, é o primeiro passo! Estás no caminho certo.
      Sim! Antigamente eu já tinha esse tema no blog, só ele aliás, mas eram histórias que eu criava. Percebi que me sinto muito melhor voltando com essa categoria e fico feliz que agradou aos meus leitores. Obrigada pelo feeback do meu conteúdo do layout. <3
      Um beijo! Volte sempre que quiser.

      Responder
  • Menina Borboleta

    O blog ficou meigo igual você! <3 eu gosto de posts assim, já passei por relacionamentos horrorosos, então quando vejo um texto assim e que se encaixa perfeitamente no meu amor e do meu namorado, me sinto muito feliz (e corro enviar o link pra ele HAHAHAHA)! Não sei se é por que eu sou muito paciente, esperançosa e sonhadora, mas demorei pra entender o que me fazia mal. Passava dias me perguntando se era pra eu estar com ele, hoje eu sei que se existe motivo para eu ter essa dúvida, é melhor ficar sozinha.

    Sucesso frô! Com carinho, Menina Borboleta

    meniborboleta.blogspot.com.br

    Responder
    • Thais

      Oi, bonita! Ah, que lindo ler isso. Obrigada <3 AHAHAHAHAHAHA Concordo com você. É bom ter esse feedback, como eu disse para a Larissa, já abordava esse tema antes no blog, até 2014 e voltar com ele me fez muito feliz e satisfeita. Eu entendo, mas pelo menos você conseguiu ter essa visão, sabe? E em muitos casos é isso mesmo, se não somar, é melhor sermos felizes com a nossa própria companhia.

      Obrigada, lindona!
      Um beijo. <3

      Responder
  • Amanda Almeida

    Oi Thais, tudo bem?
    O amor é algo complexo, que nos deixa vulneráveis, seja no momento de se apaixonar, seja no fim. Mas gostei muito do que você escreveu, acredito que precisamos viver cada fase sem ter medo. Amar, se permitir se amado, sabe o momento de colocar um fim, e se permitir coisas novas.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    Responder
    • Thais

      Oi, Amanda! Tudo bem sim, e com você?
      Concordo com você! Exatamente. E saber que, mesmo quando não dá certo, a vida continua e é preciso se permitir viver novas experiências e, quem sabe, até um amor leve como mencionei no texto. Obrigada pelo seu carinho e feedback.
      Um beijo!

      Responder
  • Carol Mendes

    Que texto maravilhoso!
    Nunca passei por um relacionamento abusivo, mas posso imaginar como a pessoa deve sofrer. Mesmo amando a pessoa, você tem que se libertar se é algo que te faz mal. Amor não é sofrimento!
    Antes de amar alguém, temos que amar a nós mesmos!

    Virando Amor

    Responder
    • Thais

      Oi, Carol!
      Exatamente, moça. Às vezes é difícil, mas também acredito na máxima que amor não é sentimento. Se tiver faz chorar mais do que te faz sorrir é preciso rever. Viver um amor leve é bom demais, mas não conseguiremos sem amar a nós mesmo. Sábias palavras, moça.
      Obrigada pelo carinho.
      Um beijo!

      Responder
  • Jéssica Mendes

    Acho muito bacana esse tipo de post porque ele ajuda muito a gente. Durante um bom tempo eu pensei que só seria feliz com alguém e por diversas vezes me contentei com tão pouco porque era tão pouco o amor que eu tinha por mim mesma. Agora eu me amo, gosto da minha companhia e me orgulho de quem sou hoje e é bom estar com meu namorado e saber que temos um amor leve <3
    Parabéns mesmo pelo post, continue escrevendo tá?!
    Estou te seguindo 😉

    Valeu a pena Esperar | Canal no Youtube

    Responder
    • Thais

      Oi, Jéssica. Seja bem-vinda! Realmente, eu também como leitora adoro esses tipos de posts, muitas vezes acabo me identificando e isso ajuda até se eu estiver passando por algo do gênero naquele momento.
      Eu me vi em você nessa frase e, como você, hoje também me permito viver um amor leve. E sei que acima de tudo, me orgulho de quem sou eu. E me amo, me amo muito. <3
      Continuarei escrevendo, pode deixar! Muito obrigada pelo feedback. Estou te seguindo também e amei seu blog, é tão aconchegante. Me senti em casa, haha.
      Obrigada pelo carinho.
      Um beijo e volte sempre. 😉

      Responder
  • ana

    Ai essa coisa de amor é tão complicada né!? Eu, quando mais nova sofria mto pq não era correspondida. Mas, quando parei de me importar e passei a pensar mais em mim, o amor veio até mim, sem eu fazer esforço nenhum. A vida tem dessas coisas msmo, a gente precisa se amar primeiro para que depois alguém nos ame.

    Adorei o post!
    Um beijo

    Responder
    • Thais

      Na verdade, Ana, o amor em si não é complicado. Nós que fazemos disso uma complicação! hahahaha A gente percebe isso quanto para de se importar tanto, sabe? Pelo seu exemplo mesmo, quando passou a pensar mais em você e superou o fato de não ser correspondida quando mais nova, conseguiu encontrar – sem fazer esforço – o tal do amor novamente. E fico muito feliz por você ter gostado do post. <3
      Um beijo!

      Responder
  • Kelly Mathies

    Eu não gostei do texto não, moça, amei ele ♥ O amor é uma coisa tão simples e delicada, costumo dizer que nós o complicamos demais. Não é ele que nos faz sofrer, são as pessoas, juntamente com atitudes egoístas e impulsivas. O amor vive em cada cantinho, exatamente como citou no texto. Ele está em pequenos gestos, pequenos carinhos. Se não nos deixamos permitir, nunca saberemos seu real valor.

    Responder
    • Thais

      Awn, obrigada! Mas é isso mesmo, Kelly! Concordo com você. O amor é simples, singelo e ao mesmo tempo delicado, mas nós sempre insistimos em complicá-lo. Concordo em número, gênero e grau com a sua forma de pensar. Sério! O amor está principalmente nos pequenos gestos. Vamos nos permitir, que tal? <3
      Um beijo!

      Responder
  • Ciana Andrade

    Lindo texto! Vi tanta verdade em cada palavra, e me encontrei em muitos parágrafos. Pelas vivências que tive no amor, mais coisas ruins do que boas, mas eu nunca desisti de amar. A ferida cicatriza, a marca fica, mas a esperança nunca morre.
    Acho que temos que nos permitir amar, e sobretudo esperar o tempo certo. bjs
    http://www.pilateandosonhos.com

    Responder
    • Thais

      Obrigada, Ciana! Esse foi um texto-desabafo e que muitas pessoas se identificarão. Acredito que apesar das experiências ruins, não devemos perder a fé no amor. Ele pode nos reservar momentos incríveis ao lado de alguém que some e que nos faça feliz. Claro, antes devemos nos amar, pois atraímos o que sentimos!
      Um beijo.

      Responder
  • Julia Maximiano

    Lindo texto, concordo com você, gostei tanto do post que pretendo falar dele lá no meu blog haha <3

    Responder
    • Thais

      Que honra saber disso! Fico feliz, me mostre quando falar dele por lá! <3

      Responder
  • Luana Souza

    Achei seu texto lindo! Concordei com tudo, principalmente com isso de o amor estar nas coisas aleatórias e pequenas ❤️
    Mesmo eu tendo quase certeza que eu não sirvo para essa coisa de pessoa-pessoa, acredito no amor completamente 🙂

    Amei o texto! Beijos.

    Responder
    • Thais

      Oi, Lu! Poxa… Muitas vezes a gente acha que não leva jeito para isso, mas a vida nos surpreende, viu?
      Fico feliz que gostou do texto.
      Um beijo!

      Responder
  • ♥ Nanda ♥

    Amei o post. O que você fala nele é a mais pura verdade, não devemos desistir do amor. Há um momento para tudo, para chorar, sentir, ter pesar, esquecer, perdoar e principalmente AMAR. O amor é um campo de batalha que precisa ser conquistado todo os dias! <3

    Responder
    • Thais

      Oi, Nanda! Exatamente. <3 Obrigada pelo carinho e volte sempre!
      Um beijo.

      Responder
  • Isabel Santos

    Amei o texto e concordo plenamente, já me decepcionei tanto, já sofri tanto, mas a cada decepção eu pude aprender uma lição. O meu relacionamento atual eu fiz questão de fazer tudo na calma, sem pressa de nada. Hoje mesmo a gente falou sobre isso, demorou, mas tudo o que a gente passou contribuiu para o relacionamento que temos hoje, leve e feliz.

    Responder
    • Thais

      Fico muito feliz que você tenha conseguido levar seu relacionamento atual dessa maneira, Isa. E mais feliz ainda por dar certo dessa forma! Felicidades para vocês. E é isso mesmo: as decepções que temos servem como aprendizado.
      Um beijo!

      Responder
  • Retipatia

    Ótima reflexão. O amor é um sentimento complexo e é preciso ter calma quando se trata dele. Entender quem você é, suas necessidades e depois partir para entender o outro e suas necessidades. Como você bem colocou, é (re) descobrir a você mesmo, e às vezes, redescobrir ao outro. Ao outro que você já conhece e ao outro que você acaba de descobrir.

    xoxo

    retipatia.com

    Responder
    • Thais

      O principal é (re) descobrirmos a nós mesmos, assim não perderemos a fé no amor. <3 Linda ua visão, Re!
      Um beijo.

      Responder
  • Andressa Silva

    Que texto maravilhoso, moça. Fiquei encantada pela forma como falou do amor. Não só o amor para com outra pessoa, mas o próprio também. As vezes, ou na maioria dos casos, acontece de por causa de um amor que não deu certo, que não era pra ser, as pessoas se sentirem armaguradas e acharem que se aquele não deu certo, não terão próximos e se tiverem, serão decepções. Mas não é bem assim. É preciso ter calma. Como disse. Enfim, gostei muito do texto. De verdade!! ❤️

    Responder
    • Thais

      Oi, Andressa! E como isso acontece, não é? Muitas vezes achamos que nada dará certo novamente e o que o amor definitivamente não é para nós. Ledo engano. Precisamos acima de tudo de amor próprio, calma e acreditar no amor como um todo.
      Fico feliz que gostou do texto. Muito obrigada pelo carinho, viu?
      Um beijo e volte sempre! <3

      Responder
  • My1Verse – Contato

    Amor é uma coisa tão inesperada ne? Cada um tem um jeito diferente, alguns são mais tranquilos, outros mais intensos…o importante é nunca desistir do amor ❤ E como você disse ir com calma, pois tem tanta gente que se desespera por causa de um "amor" que acaba acreditando que nunca mais amará novamente…

    Responder
    • Thais

      Isso mesmo! Calma é palavra fundamental. Como eu disse, não precisa deixar o amor escapar, mas é necessário calma para entender e levar o amor adiante. <3

      Responder
  • Tais Alice

    Às vezes esperamos tanto por um grande amor que, quando ele chega, acabamos botando os pés pelas mãos e tudo vai por água abaixo…
    Texto maravilhoso! Tudo tem seu tempo pra acontecer e comumente é quando a gente menos espera… hahahaha

    Um beijo.

    Responder
    • Thais

      E como fazemos isso, não é? Hahahaha… Ainda que o tempo e as decepções podem servir como base para aprendermos com elas. Por mais clichê que seja, acredito e muito que certas coisas acontecem naturalmente, principalmente no quesito amor.
      Um beijo, xará! <3

      Responder
  • Deborah

    Muito lindo o texto.
    Eu concordo com você, o amor está nas pequenas coisas. ❤️

    http://www.vivendojunto.com.br

    Responder
    • Thais

      É lindo ver o amor nas pequenas coisas. <3

      Responder